Escota da Genoa

O melhor instrumento para afinar a genoa são os tell-tales. Mantendo os tell-tales paralelos significa que a vela esta na sua máxima performance.

A genoa é por muitos considerada a força propulsora do barco, e a vela grande a estabilizadora do barco, equilibrando o leme. Como a genoa não tem mastro podemos caçar a genoa com um ângulo superior em relação a linha central da embarcação, em contrapartida, como a vela grande trabalha no fluxo de ar da genoa esta tem de ser mais caçada em relação a linha central.

A genoa é afinada por:
-Carro da genoa (torção)
-Escota da genoa (enchimento da vela)
-Adriça da genoa (Localização do saco)

A escota da genoa serve para orientarmos a vela com o ângulo de incidência certo em relação a mareação que estamos a fazer, ao caçarmos ou folgarmos a vela esta vai alterar a sua torção. Para afinarmos a vela correctamente (mantendo todos os tell-tales paralelos) devemos ajustar também o carro da genoa. Uma genoa esta bem afinada quando todos os tell-tales de barlavento (de onde vem o vento) e de sotavento (para onde vai o vento) apontam a ré.

Quando a vela tem uma torção excessiva o tell-tale superior a barlavento da vela bate primeiro, solução é puxar o carro da genoa a frente.

Quando a torção é insuficiente o tell-tale de barlavento inferior bate primeiro, solução ajustar o carro da genoa mais a ré.



Quando estamos demasiados orçados (mais perto da direcção de onde sopra o vento), os tem tell-tales de barlavento (dentro da vela) batem, solução é caçar a escota ou arribar (afastar do vento).

Quando estamos demasiadamente arribados (afastados de onde sopra o vento) os tell-tales de sotavento (do lado de fora da vela) batem, a solução é orçar ou folgar a escota da vela.